• Rua do Brejo, s/n - Centro - Siriri - Sergipe
  • (79) 3227-2061
  • pai@aprisco.org

Apadrinhamento


O que é apadrinhamento?

O que é o apadrinhamento?

O PAI (Programa de Apadrinhamento Infantil) é um sistema pelo qual qualquer pessoa ou empresa tem a oportunidade de colaborar mensalmente com o valor mínimo de R$30,00 contribuindo assim para o desenvolvimento de uma ou mais crianças, suas famílias e comunidades.

Quem pode apadrinhar?

Qualquer pessoa ou empresa, sem limite de idade ou qualquer distinção, pode apadrinhar uma ou mais crianças. Em caso de menores de idade, um responsável deve efetivar o apadrinhamento, porém em nome do responsável.

O que devo fazer para apadrinhar?

Você pode ligar para (79) 3227-2061 informando sobre o interesse em apadrinhar uma ou mais crianças ou acessar o site www.aprisco.org. Se preferir, envie-nos um e-mail para pai@aprisco.org informando seu nome, endereço e telefones de contato ou acesse nossa página no Facebook. Após a efetivação do apadrinhamento, enviaremos imediatamente informações com foto da criança e histórico de sua vida, que mostra a realidade sócio-econômica onde está inserida.

Eu assino algum contrato ao apadrinhar uma criança?

Ao se tornar padrinho de uma criança da Aprisco.org, você não assume qualquer compromisso legal com o seu afilhado(a) ou com a organização. Sua contribuição é totalmente voluntária e pode ser interrompida a qualquer tempo.

O sistema de apadrinhamento funciona como adoção?

Não. O sistema de apadrinhamento é diferente da adoção de crianças. No caso de adoção, a pessoa poderá entrar em contato com o Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente da cidade onde reside para maiores informações e esclarecimentos a respeito. As crianças e adolescentes inscritos no sistema de apadrinhamento geralmente possuem uma família, mas vivem em situação de pobreza. Você pode ser padrinho ou madrinha dessa criança, contribuindo com um valor mensal que será investido em programas e projetos sociais e, dessa forma, possibilitar o desenvolvimento de seu afilhado.

Por quanto tempo poderei apadrinhar a mesma criança?

A Aprisco.org atende crianças e adolescentes de 0 a 18 anos. É importante que você saiba que o seu afilhado ficará feliz se puder contar com você durante muitos anos. Imagine a alegria de acompanhar o desenvolvimento de uma criança até a adolescência? Vê-la crescendo e realizando sonhos com sua participação é gratificante. Mas há casos específicos em que a família muda de residência ou a criança não precisa mais da ajuda da Aprisco.org quando sua família, felizmente, conquista melhores condições de vida. Quando isso acontece, uma nova criança é apresentada ao padrinho ou madrinha. Se for autorizado, sua contribuição será destinada a essa outra criança.

Contribuição

Com quanto terei que contribuir para apadrinhar uma criança?

A contribuição mínima sugerida é de R$ 30,00 por mês, que podem ser pagos através de boleto bancário, PayPal ou PagSeguro (que aceita débito em conta corrente, cartão de crédito, etc…). Entretanto, o custo de uma criança no projeto gira em torno de R$ 250,00.

As doações podem ser deduzidas no imposto de renda?

De acordo como artigo 12 da Lei Federal nº 9.250, de 26/12/1995, a dedução da contribuição no Imposto de Renda a Organizações Não Governamentais (ONG’s), como a Aprisco.org, não é permitida para pessoas físicas. No caso de pessoas jurídicas, envie um e-mail para pai@aprisco.org.

Como é aplicada minha contribuição?

A sua contribuição é revertida em benefícios destinados ao desenvolvimento de programas e projetos sociais nas áreas de educação, saúde, segurança alimentar e nutricional, desenvolvimento comunitário e econômico e conscientização sócio-ambiental, beneficiando seu afilhado, sua família e a comunidade onde vive.
Os valores esporádicos (presentes) enviados em datas comemorativas são destinados integralmente à criança.

Relacionamento Padrinho - Afilhado

Posso escrever para meu afilhado?

Sim, é muito importante o relacionamento entre padrinhos/madrinhas e afilhados através das cartas. Você pode enviar suas cartas para nossa sede em Siriri (SE), localizado a rua do Brejo, s/n – Centro – Siriri, SE – CEP: 49630-000, ou mande sua carta para o e-mail pai@aprisco.org e no assunto escreva “carta para afilhado”.

A criança toma conhecimento do meu endereço?

Não. Adotamos esse critério para preservar a privacidade e a segurança de padrinhos/madrinhas e afilhados. Essa é uma das razões pela qual a correspondência é efetuada por intermédio da nossa sede.

Além da contribuição posso enviar presentes para a criança beneficiada?

Sim. Temos o boleto de contribuição especial, que é para datas comemorativas. Toda quantia paga nesse boleto é encaminhada diretamente para a criança. Caso seja para a compra de algo específico, pedimos para ligar nossa sede (79) 3227-2061 e informar seu nome e o nome da criança. Caso seja uma quantia especial, você pode efetuar um depósito identificado em uma de nossas contas e em seguida ligar para nossa sede informando sobre o depósito. Presentes também podem ser enviados pelos Correios ou transportadoras para o endereço da nossa sede identificando seu nome e o nome da criança.

Posso visitar a criança?

Sim. A sua visita proporcionará muita alegria para a criança e sua família. Você deve ligar para nossa sede ou enviar um e-mail para pai@aprisco.org e agendar sua visita com um mês de antecedência. Esse procedimento serve para todas as suas visitas à criança.

Posso levar a criança para passar alguns dias com a minha família?

De acordo com a Política de Conduta e Ética para com Crianças da Aprisco.org, os encontros entre padrinhos e afilhados devem acontecer em lugares abertos, sempre acompanhados por um representante da Aprisco.org que seja treinado e comprometido com a Política. O pai, mãe ou responsável da criança também deverá estar presente.
Sendo assim, o padrinho poderá fazer um passeio com a criança (cinema, parque de diversão, etc) dentro dessas condições ou visitar a unidade na qual a criança é inscrita. De uma maneira geral, a visita deverá ser de tal forma que permita que o padrinho e seu afilhado passem um tempo de qualidade juntos. Essa visita deve durar um dia, para que o processo não seja desgastante para o padrinho, afilhado, familiares e funcionários, mas pode haver exceções em casos específicos, avaliados pela sede.
É importante ressaltar que o padrinho ou madrinha deverá assumir todos os custos da visita.

Transparência

Como posso estar certo de que a criança está recebendo os benefícios de minha ajuda?

Você receberá regularmente informações sobre o desenvolvimento do seu afilhado, através de publicações, cartas da organização e até nas correspondências trocadas com a criança, em que ela mesma poderá te informar sobre o que você desejar saber. Além disso, publicamos anualmente o balanço anual da instituição em jornais de grande circulação, em nosso site e no Relatório Anual, com informações detalhadas sobre a aplicação dos recursos arrecadados. Você também pode obter mais informações sobre a criança por meio de visitas previamente agendadas.